Campanhas

Campanha Maio Amarelo

Mês de maio é o período de conscientização da responsabilidade e respeito com as leis de Trânsito.

Uma ação criada pelo poder público para alertar aos condutores de veículos, a necessidade em se atentar e cumpri as regras impostas pelas leis de Trânsito.  Desta forma, evita-se acidentes, mortes, sequelas de invalidez, entre outras consequências, como multas e perdas de CNH, quando não se dirige com cuidado e atenção. 

A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país.

Fonte: https://maioamarelo.com/o-movimento/

 

 

fevereiro roxo laranja

Campanha: Fevereiro Roxo e Laranja

O mês inicia com a Campanha Fevereiro Roxo Laranja  e é voltada para a conscientização e tratamento de algumas doenças. A cor roxa conscientiza sobre Lúpus, Alzheimer e Fibromialgia. Já a cor laranja alerta sobre a Leucemia. A equipe do Mutumprev reforça a importância na conscientização para a prevenção, diagnóstico e tratamento dessas doenças.

O Lúpus é um distúrbio crônico que faz com que o organismo produza anticorpos em excesso, prejudicando o seu funcionamento. Os anticorpos passam a atacar o organismo, causando inflamação nos rins, pulmões, pele e articulações.

A Fibromialgia ataca especificamente articulações, causando dores por todo o corpo, principalmente nos músculos e tendões.

O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que provoca o declínio das funções cognitivas, reduzindo as capacidades de trabalho e relação social.

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida. Tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea, que substituem as células sanguíneas normais. Em 2020, o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estimou 10.810 novos casos no país.

Servidor, é muito importante cuidar da sua saúde. A prevenção ainda é o melhor caminho. 

Campanha Setembro Amarelo

Setembro Amarelo, começou nos EUA, quando o jovem Mike Emme, de 17 anos, cometeu suicídio, em 1994. Mike era um rapaz muito habilidoso e restaurou um automóvel Mustang 68, pintando-o de amarelo. Em consequência dessa triste história, foi escolhido como símbolo da luta contra o suicídio, o laço amarelo.

O principal objetivo da campanha Setembro Amarelo é a conscientização sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a população a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo. 

Procure ajuda. Conversa e não tenha medo ou vergonha. 

Cuidar da saúde mental é muito importante!

Fonte: https://www.setembroamarelo.com/

Campanha Agosto Dourado – Amamentar é amar.

Agosto é o mês de conscientização do aleitamento materno.

Segundo a OMS-Organização Mundial de Saúde é recomendado o aleitamento materno até os 2 anos ou mais e exclusivo até os primeiros seis meses de vida.

São muitos os benefícios,  é uma a estratégia isolada que mais previne mortes infantis, além de promover a saúde física, mental e psíquica da criança e da mulher que amamenta. 

Classificação de amamentação:

Sua classificação é definida em: AM livre demanda, AM exclusivo,  AM complementar e AM suplementado.

AM exclusivo – aleitamento materno exclusivo quando ela recebe somente leite de peito, diretamente da sua mãe ou ama-de-leite

AM livre demanda – A livre demanda nada mais é oferecer o peito toda vez que o bebê pedir. Isso significa que quando o bebê apresentar algum sinal de fome, você pode e deve oferecer o peito.

AM complementar – É quando a criança recebe, além do leite materno, qualquer alimento sólido ou semi-sólido com a finalidade de complementá-lo, e não de substituí-lo.

AM suplementado – Os suplementos tipo whey protein são proteínas processadas do leite de vaca, podendo ser utilizados na gestação caso haja a necessidade de suplementação proteica.

Amamentar é amar.

Campanha Junho Vermelho

O Junho Vermelho é comemorado em todo o país, que ocorre em 14 de junho. A proposta é sensibilizar as pessoas sobre a importância do movimento de doação sanguínea, essencial para pacientes que dependem da transfusão de sangue para sobreviver.

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Você não poderá doar sangue se:

  • » tiver idade inferior a 16 anos ou superior a 69 anos.
    Obs.: o limite superior para a primeira doação é 60 anos. Quem tem 61 anos ou mais e nunca doou está inapto. 

  • » tiver peso inferior a 50 quilos.

  • » estiver com anemia no teste realizado imediatamente antes da doação.

  • » estiver com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação.

  • » estiver com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação.

  • » estiver com febre no dia da doação.

  • » estiver grávida.

  • » estiver amamentando, a menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses.

obs.: o doador não poderá doar se vier acompanhado de crianças menores de 13 anos sem a presença de um outro adulto para cuidar delas.

Você estará impedido de doar sangue:

  • 1. por 48 horas:

    • » se recebeu vacina preparada com vírus ou bactéria mortos, toxóide ou recombinantes. Ex.: cólera, poliomielite (salk), difteria, tétano, febre tifóide (injetável), meningite, coqueluche, pneumococo.

    • » se recebeu vacina contra gripe.

  • 2. por sete dias:

    • » se teve diarreia.

    • » após terminarem os sintomas de gripe ou resfriado.

    • » após a cura de conjuntivite.

    • » extração dentária (verificar uso de mediação).

    • » tratamento de canal (verificar medicação).

  • 3. por duas semanas:

    • » após o término do tratamento de infecções bacterianas (uso de antibióticos).

    • » após a cura de rubéola.

    • » após a cura de erisipela.

  • 4. por três semanas:

    • » após a cura de caxumba.

    • » após a cura de varicela (catapora).

  • 5. por quatro semanas:

    • » se recebeu vacina de vírus ou bactérias vivos e atenuados. Ex.: poliomielite oral (sabin), febre tifóide oral, caxumba, febre amarela, sarampo, bcg, rubéola, catapora, varíola, etc.

    • » se recebeu soro antitetânico.

    • » após a cura de dengue.

    • » cirurgia odontológica com anestesia geral.

    • » após o retorno, quem esteve em região onde há surto de Febre Amarela.

  • 6. por oito semanas (somente para homens):

    • » após uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 16 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.

  • 7. por 12 semanas (somente para mulheres):

    • » após uma doação de sangue (para mulheres). Esse período deve ser ampliado para 24 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.

    • » após parto normal ou abortamento.

  • 8. por três meses (independente se homem ou mulher):

    • » se foi submetido a apendicectomia.

    • » se foi submetido a hemorroidectomia.

    • » se foi submetido a hernioplastia.

    • » se foi submetido a ressecção de varizes.

    • » se foi submetido a amigdalectomia.

  • 9. por seis meses a 01 ano:

    • » se foi submetido a uma cirurgia de médio ou grande porte como por exemplo: colecistectomia, histerectomia, tireoidectomia, colectomia, esplenectomia pós trauma, nefrectomia, etc.

    • » após a cura de toxoplasmose comprovada laboratorialmente.

    • » qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia, etc.): aguardar 6 meses.
      » se fez piercing (se piercing na cavidade oral ou genital, devido ao risco permanente de infecção, implica em inaptidão por 12 meses após a retirada).

    • » se contraiu Febre Amarela; aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial).

  • 10. por 12 meses:

    • » se recebeu uma transfusão de sangue, plasma, plaquetas ou hemoderivados.

    • » se recebeu enxerto de pele.

    • » se sofreu acidente se contaminando com sangue de outra pessoa.

    • » se teve acidente com agulha já utilizada por outra pessoa.

    • » se teve contato sexual com alguma pessoa com aids ou com teste positivo para hiv.

    • » se teve contato sexual em troca de dinheiro ou de drogas ou seus respectivos parceiros sexuais;

    • » se teve contato sexual com usuário de droga endovenosa.

    • » se teve contato sexual com pessoa que tenha recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses.

    • » se teve relação sexual com pessoa com hepatite.

    • » se fez tatuagem, maquiagem definitiva ou micropigmentação (sobrancelhas, lábios, etc.).

    • » se teve sífilis ou gonorréia.

    • » se foi detido por mais de 72 horas.

  • 11. por cinco anos:

    • » após a cura de tuberculose pulmonar.

  • 12. você nunca poderá ser doador de sangue se:

    • » tem ou teve um teste positivo para hiv.

    • » teve hepatite após os 10 anos de idade.

    • » já teve malária.

    • » tem doença de chagas.

    • » recebeu enxerto de duramater.

    • » teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia.

    • » tem graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado.

    • » tem problema de coagulação de sangue.

    • » é diabético com complicações vasculares ou em uso de insulina.

    • » teve tuberculose extra-pulmonar.

    • » já teve elefantíase.

    • » já teve hanseníase.

    • » já teve calazar (leishmaniose visceral).

    • » já teve leishmaniose tegumentar ou cutânea.

    • » já teve brucelose.
      » já teve esquistossomose hepatoesplênica

    • » tem alguma doença que gere inimputabilidade jurídica.

    • » foi submetido a transplante de órgãos ou de medula.
      » tem Mal de Parkinson.

Fonte: http://www.prosangue.sp.gov.br/

Back to top