Mutumprev realiza prestação de contas referente ao ano de 2018.

O Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Nova Mutum – Mutumprev, realizou na noite do último dia 14 no plenário da Câmara Municipal de Nova Mutum, a prestação de contas referente ao ano de 2018 e palestra de atualização da Reforma da Previdência Social, PEC 06/2019.

Com um aumento significativo de benefícios permanentes,  o Mutumprev passou de 11 processos concedidos em 2017 para um total de 24 benefícios em 2018, sendo 21 aposentados e 03 pensionistas.

Já nos gastos o Fundo superou suas expectativas. Com o limite de uso de 2% em despesas administrativas, o Mutumprev utilizou no ano de 2018 apenas 0,69%, o que corresponde a economia de aproximadamente R$ 300.000,00(trezentos mil reais). Com isso o RPPS além de economizar, manter seu equilíbrio financeiro, também dá inicio a sua reserva administrativa.

Para a diretora executiva, senhora Terezinha Aparecida Leite Arissava, esse bom resultado é fruto de um trabalho em equipe com responsabilidade e dedicação.

“ Somos muito empenhados em executar e zelar pelo RPPS do servidor municipal. Com os repasses financeiros sempre em dia, documentações e prazos regulares junto ao Ministério da Previdência e Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso , conseguimos dar seguimento ao nosso maior objetivo, que é cuidar do presente e futuro do servidor.”

As boas noticias não param por ai. Para o presidente do Comitê de Investimentos do Mutumprev, Sr. Antônio Otalivio, o ano de 2018 encerrou com ótimos resultados.

“Embora o ano de 2018 tenha sido bastante volátil no campo da economia, conseguimos realizar boas aplicações e ultrapassar nossa meta atuarial em 1,36%, o que resultou em uma evolução financeira de 58,79%.”

O Mutumprev ultrapassa o saldo bancário de R$ 33 milhões em 30/04/2019.

Já em relação a PEC 06/2019 que trata da reforma da previdência social, as noticias ainda não são muito agradáveis.

O advogado e assessor jurídico do Mutumprev, Paulo Ferreira ministrou a palestra e apresentou as principais alterações trazidas pela proposta. Segundo o palestrante as alterações estão mais rigorosas desde sua proposta inicial.

“ Se o brasileiro pensava que o texto inicial era rigoroso, suas atuais alterações vem apresentando muito mais rigidez e menos benefícios para seus maiores interessados, que são os contribuintes previdenciários”.

0 Comentários

Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Back to top