Tag: #rpps

Censo previdenciário 2022; Mutumprev conclui processo e obtém bons resultados

Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Nova Mutum – Mutumprev realizou o Censo previdenciário nos últimos meses de abril e maio entre os dias 04/04 a 04/05. O objetivo foi realizar a atualização cadastral, financeira e funcional dos servidores efetivos, sendo os ativos, inativos, bem como seus dependentes.

O processo foi realizado pela empresa Performance – Assessoria Pública e contou com sua equipe de atendimento in loco e ainda na sede do Mutumprev.  Diferente do último censo realizado em 2016, a inovação desse ano, foi o autoatendimento, onde o segurado do RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) pode realizar toda atualização de dados diretamente no sitedo mutumprev.com.br podendo ser acessado por computador ou ainda pelo celular do conforto da sua residência. Isso tudo para facilitar e evitar aglomerações durante os atendimentos.

A equipe técnica da empresa realizou o auxilio de recenseamento diretamente nas escolas municipais, dos servidores do obras com atendimento na sede do Mutumprev e ainda por telefone para aqueles que estavam com dificuldades e dúvidas na realização do procedimento.

Dos mais de 1.300 segurados, entre Prefeitura, Saae e Câmara Municipal, bem como seus dependentes, pouco mais de  1.100 realizaram o procedimento, ultrapassando assim os 80,00% do objetivo. Já os aposentados e pensionistas, foi atingido 96,00% da meta. O que significa uma grande parceria entre o Mutumprev e seus segurados.

Caso queira saber com detalhes o resultado do Censo Previdenciário 2022, acesse o link e confira https://mutumprev.com.br/censo-previdenciario/ .

 

 

Mês de maio tem mais uma aposentadoria concedida

No último dia 13, o RPPS dos servidores municipais, concedeu mais uma aposentadoria. A professora Elza Maria Pianesso, que atuava desde 2015 na escola CMEBI Carlos Drumond de Andrade, teve sua análise processual de aposentadoria por idade concedida. Contando com mais de vinte e três anos de contribuição, a mais nova aposentada poderá gozar de uma nova etapa em sua vida.

Parabenizamos, agradecemos pela dedicação aos seus alunos e desejamos uma saudável nova fase.

O Mutumprev já concedeu, desde sua criação, mais de 60 aposentadorias. Entre elas, 35 por tempo de contribuição, 20 por idade e 11 por invalidez.

Campanha Maio Amarelo

Mês de maio é o período de conscientização da responsabilidade e respeito com as leis de Trânsito.

Uma ação criada pelo poder público para alertar aos condutores de veículos, a necessidade em se atentar e cumpri as regras impostas pelas leis de Trânsito.  Desta forma, evita-se acidentes, mortes, sequelas de invalidez, entre outras consequências, como multas e perdas de CNH, quando não se dirige com cuidado e atenção. 

A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país.

Fonte: https://maioamarelo.com/o-movimento/

 

 

conselho fiscal

Conselho Fiscal toma posse em janeiro

No último dia 11 de janeiro, a Diretora Executiva do Mutumprev, Sra. Terezinha Aparecida Leite Arissava, realizou o ato de posse aos novos membros do Conselho Fiscal do RPPS. Sua nova formação é composta pelos servidores efetivos; Sr. Antonio Erinaldo, Sra. Bruna Tomasini, Sr. Wesley Santana , Sr. Lourival Barros e Sra. Carine Ledur.

Após o ato de posse, foi realizado a definição do presidente, vice-presidente e secretário, sendo o primeiro escolhido a Sra. Carine Ledur e o segundo,  a Sra. Bruna Tomasini, e o último,  o Sr Wesley Santana. Os demais integrantes serão os membros suplentes.

Em dezembro de 2021 foi realizado o processo eleitoral para os conselhos fiscal e curador do Mutumprev. A partir de janeiro começou a vigorar o mandato dos novos membros que será de dois anos, terminando assim no final de 2023.

O Conselho Fiscal tem por objetivo acompanhar as contas do Mutumprev, bem como analisar, fiscalizar e aprovar após reuniões realizadas bimestralmente pelos membros. 

Com as novas regras para certificação que entrou em vigor em janeiro deste ano, os novos membros irão passar por curso preparatório para posterior certificação, uma vez que torna-se requisito para fazer parte do Conselho Previdenciário.

Vale ressaltar que todos os membros estão ocupando suas funções de forma voluntária, são regidos pela Lei 1897/2015 e ainda por Regimento Próprio.

Divulgado resultado das Eleições Conselho Curador e Fiscal do Mutumprev

Os candidatos para composição dos Conselhos Fiscal e Curador passaram por período de votação entre os dias 03 a 08 de desse mês por meio de votação on-line e acesso a todos os servidores efetivos e inativos.

São ao total de 10 membros para o Conselho Curador sendo 02 por indicação do Poder Executivo para representá-los  05 membros para o Conselho Fiscal. O início do exercício para os novos membros será em 2022 pelo período de dois anos.

Segundo análise da coordenadora previdenciária do Mutumprev a participação desta eleição foi melhor do que a última realizada, mas ainda podemos melhorar.

Estamos evoluindo com a participação dos servidores nos processos eleitoral, mas ainda é um percentual baixo pelo número de efetivos e inativos que possuímos. 

Veja o resultado da votação. Clique no arquivos abaixo.

Conselho Curador

Conselho Fiscal 

                                                               

Após reunião, Conselheiros do Mutumprev aprovam Política Anual de Investimentos para 2022

Na tarde dessa quarta-feira (24), os membros dos Conselho Curador e Comitê de Investimentos reuniram-se na sala de reuniões da Prefeitura para analisar, debater e aprovar a próxima Política Anual de Investimentos para 2022.

A reunião contou com a presença on-line do consultor do Mutumprev, Ronaldo Borges da empresa Mais Valia para explicar a situação econômica mundial durante o ano corrente e o qual a promessa no campo financeiro, para o próximo ano.

Para o consultor existem expectativas de baixar os juros somente a partir de outubro de 2022. E, até o momento toda essa dificuldade acaba atrapalhando o alcance para a meta atuarial.

Continuamos atrelados aos IMA’S os quais possuem características de renda fixa, uma vez que demais fundos e ações continuam com variações muito voláteis em seus resultados.

 

 

 

Eleições Conselheiros 2022/2024

No próximo dia 29, o Mutumprev publicará o Edital de Convocação para as Eleições dos novos membros do Conselho Curador e Conselho Fiscal.

Podem candidatatar-se os servidores efetivos ativos ou inativos e deverão acessar o Edital de Convocação para preencher e providenciar os documentos necessários.

Serão eleitos 06 membros para compor o Conselho Curador do MUTUMPREV, sendo 04 efetivos e 02 suplentes e; eleitos 05 membros para compor o Conselho Fiscal do MUTUMPREV, sendo 03 efetivos e 02 suplentes.

As inscrições poderão ser presencialmente ou ainda por e-mail. 

A votação será exclusivamente on-line por meio de link que será disponibilizado pelo meios eletrônicos e redes sociais. A novidade esse ano será o direcionamento para a página de votação por meio do QR-Code, o que facilita ainda mais o processo de votação.

Todos os membros são voluntários e tem a validade de 02 anos de mandato. Uma ótima oportunidade para acompanhar e aprender um pouco mais sobre seu Regime de Previdência.

Mutumprev obtém nota máxima em Relatório Anual emitido por Secretaria do Ministério do Trabalho e Previdência.

O Relatório Anual emitido pela Secretaria de Previdência que apresenta o Indicador de Situação Previdenciária – ISP dos  Regimes Próprio de Previdência do Brasil tem o objetivo de acompanhar  o desempenho dos RPPS’s Estaduais, Distrito Federal e Municipais.

Os pontos analisados pela Secretaria de Previdência são os demonstrativos previdenciários, tais como DIPR (Demonstrativo de Informações Previdenciárias), DRAA (Demonstrativo de Resultado da Avaliação Atuarial), DAIR (Demonstrativo de Aplicações de Investimentos dos Recursos, CRP(Certificado de Regularidade Previdenciária, PREO (Relatório Resumido da Execução Orçamentária), entre outros itens.

O Mutumprev vêm obtendo bons resultados desde 2017, ano em que iniciou a publicação do relatório. Mantendo a classificação A desde o ano 2019, o RPPS de Nova Mutum elevou mais um nível no quesito Perfil Atuarial, o qual passou de III para IV. O que representa  boa cobertura e suficiência financeira para os planos de deficit atuarial.

Acompanhe e saiba mais sobre os resultados:  Planilha com Resultado Final Individualizado e Memória de Cálculo 

Mutumprev e Banco do Brasil realizam convênio para empréstimo pessoal

Agora os aposentados, pensionistas e servidores do Mutumprev poderão realizar empréstimo consignado com desconto em folha de pagamento.

O convênio foi fechado inicialmente com o Banco do Brasil, o qual oferece praticidade, flexibilidade e prazos de até 96 meses para pagamento com parcelas fixas.

Essa é mais uma novidade em que o Mutumprev disponibiliza para a comodidade dos seus beneficiários. Ao longo desses cinco anos de RPPS, viu-se a necessidade em realizar o respectivo convenio, pois a procura estava cada vez maior, uma vez que torna-se difícil realizar o empréstimo sem que haja alguma parceira para a comunicação e descontos.

Pretendemos conveniar com outros bancos, assim os aposentados, pensionistas e servidores do Mutumprev poderão escolher as melhores ofertas e vantagens para suprir suas necessidades.

Terezinha Arissava - Diretora Executiva

 

Abril Azul – Conscientização do Dia do Autismo

O que é o autismo?

O autismo é um transtorno comportamental e, desse modo, não afeta o desenvolvimento físico.

Antes, o autismo era classificado em cinco categorias distintas, de acordo com o grau da deficiência e as características comportamentais. Essa antiga divisão englobava desde a síndrome de Asperger (grau mais leve) até o espectro mais grave.

Porém, o acesso dos profissionais a novas informações sobre esse transtorno favoreceu a identificação diagnóstica e a adoção de condutas mais efetivas. Com mais esclarecimento, houve a necessidade de alterar a classificação.

Tais modificações objetivaram identificar o autismo e classificá-lo segundo a gravidade dos sintomas, facilitar a avaliação diagnóstica e direcionar o tratamento para terapias mais eficazes.

Atualmente, a Organização Mundial da Saúde (OMS), estabeleceu uma classificação única, mais abrangente e com níveis distintos de funcionalidade. Assim, as modalidades do distúrbio foram inseridas em um protótipo conhecido como Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

Quais as características mais marcantes do autismo?

Em todas as etapas da vida, o TEA apresenta características marcantes e que auxilia na identificação diagnóstica. A percepção desses elementos tipicamente autistas é fundamental ao direcionamento da intervenção terapêutica.

Listamos algumas dessas características. Confira!

  • maior sensibilidade dos sentidos: visão, audição, tato e paladar excessivamente sensíveis;
  • crises excessivas de raiva, acompanhada ou não de agressividade;
  • não responde a contato visual, gestos corporais ou sorrisos;
  • apresenta hiperatividade ou é muito passivo e isolado;
  • executa constantes movimentos corporais repetitivos;
  • tem necessidade de intensa repetição de atividades;
  • baixa capacidade de concentração ou de atenção;
  • foco em um único assunto ou atividade;
  • não participa de jogos interativos;
  • não aceita mudança na rotina;
  • dificuldade para fazer amigos;
  • demonstra falta de empatia;
  • apego anormal aos objetos;
  • isolamento social.

Como identificar esse transtorno?

Dada à complexidade desse transtorno, a confirmação do diagnóstico de autismo é encarada pelos pais ou responsáveis como um desafio. Pode, inclusive, ser comparado a uma viagem rumo a um universo desconhecido.

Porém, há muitas possibilidades de atenuar os sintomas e de minimizar o impacto deles, desde que se busque ajuda especializada o quanto antes. O conhecimento sobre o TEA também é relevante.

Uma das medidas mais relevantes para despertar atenção sobre a importância de saber conviver com os autistas é a criação do abril azul. Durante todo esse mês, diversas instituições promoverão palestras e ações focadas no TEA.

Como parte dessa campanha de conscientização, aprenda, agora, a identificar os sinais clássicos do autismo em diferentes fases da vida. Confira!

Em bebês

Normalmente, a amamentação é considerada um ato de aproximação e de carinho entre mãe e filho. Entretanto, um bebê autista pode não fixar os olhos na mãe e ignorar, por completo, as tentativas de troca de afeto.

Outro comportamento típico é em relação ao não estranhamento do colo de outras pessoas. Geralmente, bebês com idade entre 3 a 24 meses costumam recusar o colo de estranhos.

Porém, uma das características do autismo é fazer com que o bebê não se importe com as diferentes ofertas de colo. Ele se sente igualmente confortável, é indiferente ao distanciamento dos pais e aceita facilmente o colo de pessoas estranhas.

Nesses casos, a atenção dos pais a esses sinais é imprescindível. Notar essas diferenças comportamentais e relatar ao médico esse histórico ajudam a direcionar o diagnóstico.

Na idade escolar

Nos primeiros anos da fase escolar, os sintomas do autismo são mais evidentes. Entre os mais perceptíveis estão a ausência de comunicação, uma surdez aparente, o foco em determinados objetos e a realização constante de movimentos pendulares estereotipados.

Geralmente, as crianças com autismo costumam balançar o tronco e a cabeça para frente e para trás. Há também dificuldades com a linguagem verbal, de sociabilização, além do clássico comportamento repetitivo.

Em adultos

Muitos adultos que tiveram diagnóstico tardio de TEA, mas se submeteram à terapia, conseguem conviver bem com o transtorno. Ainda que não exista cura definitiva para o autismo, muitos pacientes têm melhora significativa e conseguem levar uma vida autônoma.

Em autistas adultos, os caracteres são bem semelhantes aos percebidos na infância. A diferença é que a maturidade e a autonomia em relação ao padrão comportamental favorece o controle dos sintomas.

Vale destacar que a tríade — dificuldade de interação social, de comunicação oral ou corporal e padrões de comportamento repetitivo — são os marcadores dessa síndrome em qualquer idade. Porém, o modo como essas dificuldades são trabalhadas determinam o sucesso do tratamento.

Como é o tratamento para o autismo?

O transtorno do autismo ainda não pode ser restaurado, porém, existem amplas alternativas de minimizar os efeitos desse distúrbio.

A intervenção terapêutica possibilita melhoria considerável nas habilidades sociais e comunicativas dos portadores de TEA. A recomendação é que o tratamento seja realizado o quanto antes.

Promover medidas terapêuticas com vistas à redução dos sinais do autismo é essencial ao suporte necessário ao desenvolvimento e aprendizado escolar.

No entanto, a escolha de uma instituição especializada em tratamento mental é determinante para alcançar êxito no tratamento do autismo. O suporte de uma equipe multiprofissional experiente é primordial para direcionar a atenção às necessidades específicas da criança.

Confira, agora, quais as terapias disponíveis para o tratamento do TEA:

  • terapia do discurso: objetiva auxiliar os processo de fala e de linguagem corporal;
  • terapias específicas de comunicação e de comportamento;
  • terapia ocupacional;
  • atividades lúdicas;
  • medicamentos;
  • fisioterapia.

 

Fonte: https://hospitalsantamonica.com.br/

Back to top